1 de abr de 2016

Orixá Nanã Buroquê






              Sincretizada à Sant'Ana, a lenda sobre Nanã explica que se trata de um Orixá já avó, conhecida como a mais velha das deusas das águas. Nanã chefia a falange das ondinas (seres elementais). Seus domínios são os lagos, lagoas e ribeirões, ou ainda, o ponto de contato entre as águas e a terra (os mangues, os pântanos, as lagoas de grutas e cavernas, a parte rasa às margens das cachoeiras, etc), sua função é decantar os desequilíbrios emocionais e esgotar os excessos paralisando o processo de desequilíbrio. Uma boa analogia para melhor compreensão é imaginar uma pessoa atolada na lama. Quando um espírito se encontra endurecido em algum desequilíbrio a energia de Nanã atua "atolando" este espírito e decantando ou absorvendo para a terra essas densidades, dando à eles nova oportunidade e um pouco mais de lucidez após esse processo de limpeza.

            Nanã é a protetora nas situações tormentosas e nas perseguições cármicas. Têm grande atuação sobre as mulheres já avós, embora não seja uma regra, e sobre as pessoas que agem com calma, dignidade, benevolência e gentileza.

            A cor de Nanã é o roxo, nas obrigações são usadas velas roxas ou brancas, flores brancas ou roxas e a sua bebida é a água pura.

            Conhecida como a Senhora da lei e da firmeza, à Ela recorrem todos que estão em dúvida nas situações tormentosas da vida. Se um dia a dúvida pairar sobre sua cabeça, evoque Nanã Buroquê tenha certeza que a prova virá.

            Devido ao sincretismo com Sant'Ana, que por sua vez é a padroeira dos boiadeiros, nota-se a devoção dos espíritos que compõem a linha dos boiadeiros, por Nanã em seus pontos cantados e na cor das velas utilizadas por eles. Nanã, juntamente com Sant'Ana, passaram a ser reverenciadas pelos boiadeiros encarnados e desencarnados.

             Nanã Buroquê é muito exigente na escolha de seus filhos. Espera deles retidão, sabedoria e a utilização de suas experiências de vida nos momentos de decisões. Embora transmita o exemplo de mãe, procura associar-se mais com a posição reservada aos velhos em qualquer sociedade. Por esse motivo são raros os filhos de Nanã.

            A capacidade que Nanã tem de amparar as pessoas nas situações tormentosas faz dela um Orixá de grande força e muito reverenciado.

            EM CASO DE DÚVIDA EM SUA CABEÇA, FAÇA SEU PEDIDO, ELA O AJUDARÁ!


            Saluba Nanã! (yorubá)
            Salve a Senhora Mãe de todas as Mães (significado de saluba Nanã)
            Cor  -  roxa ou lilás
            Domínios  -  ribeirões, mangues, lagos e águas paradas
            Atuação  - contra perseguições espirituais e situações cármicas
            Elemento  - água
            Saudação  - saluba Nanã
 

            Nanã Buroquê como energia Cósmica desperta no ser a sapiência (sabedoria divina, sabedoria profunda), a utilização do conhecimento conquistado em todas as encarnações, desperta o cuidado e o amor fraterno porém, sem mimos. É responsável pelo esgotamento de densidades que possam paralisar ou atrasar a evolução.
 

Abraços e Luz,
Mãe Solange de Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário