5 de ago de 2014

Estudando Mediunidade 1



Diante das observações e acompanhamentos realizados pela Associação Médico Espírita do Brasil que avaliou várias pessoas de forma clínica os sintomas orgânicos e psíquicos da mediunidade, constatou-se alguns pontos relevantes.

Vamos iniciar dizendo que a mediunidade não é unicamente de ordem espiritual, ao contrário disto, ela influência a psique e promove reações orgânicas diretas por ser de ordem biológica.

Observando médiuns sem orientação, ou até, sem  consciência de sua mediunidade foram notados vários fatores importantes:

1 -  O fenômeno mediúnico é um fenômeno adrenérgico, ou seja, há uma liberação de adrenalina no sangue sem uma causa determinante, como ocorre no stress. O stress provoca o derramamento de adrenalina na corrente sanguínea devido à situações contrárias e desagradáveis à pessoa porém, quando esse derramamento é de origem mediúnica não foram encontradas justificativas para tal. Sendo assim, nota-se que isso pode ocorrer a qualquer momento e em qualquer lugar causando grande desconforto e desequilíbrio psíquico para o médium em questão culminando até em patologias como a síndrome do pânico, em alguns casos.

2 - A pessoa geralmente apresenta alteração de comportamento em quatro questões comportamentais básicas, que são: Fome, Sono, Agressividade e Sexualidade.
Foram observados os seguintes comportamentos:
- A pessoa come sem necessidade (comendo em excesso ou de forma errada) ou tem anorexia. Geralmente a pessoa pode passar a se alimentar por fome emocional.
- A pessoa passa a ter casos severos de insônia ou então à dormir em excesso (hipersonia), sem alcançar o sono de qualidade por não conseguir entrar no estado de sono profundo.
- Na questão agressividade, o médium pode tanto se tornar agressivo ou então auto agressivo. Estágio que poderá levar à depressão, fobias, doenças degenerativas e auto imunes. Mostrando geralmente quadro de mau humor, violência, isolamento e irritação.
- Os distúrbios da sexualidade não tem absolutamente nada haver com a condição de heterossexual ou homossexual, tem haver com a enorme dificuldade em criar vínculos afetivos por dificuldades em se entregar, se abrir, expressar seus sentimentos, etc.

Todos possuem mediunidade por ser um atributo biológico e ela responde a um pulso que ocorre de 90 em 90 minutos. O que isto quer dizer?

A cada noventa minutos entramos no pulso mediúnico onde ficamos numa espécie de transe, sonolência ou em estágio hipnótico (onde tudo o que é dito fica registrado como comandos), passado esse pulso mediúnico a pessoa volta ao estágio de alerta.

O pulso mediúnico acontecerá de acordo com a faixa vibracional em que a pessoa está podendo levá-la ao mais sublime êxtase, bem como ao inferno astral, tudo dependerá de suas condições emocionais e de personalidade. É importante compreender que isso ocorre com todas as pessoas, mesmo que de forma inconsciente para muitos de nós, estaremos vivenciando à cada 90 minutos um pulso mediúnico que nos levará a experimentar uma das condições acima citadas, onde poderemos potencializar em nós todos os pontos negativos que assombram nossa alma como podemos potencializar tudo o que temos de melhor impulsionando nossos afazeres diários; a sintonia vai depender das reações psíquicas e de personalidade que cada um possui.

Então, a cada noventa minutos a pessoa pode apresentar qualquer um dos sintomas descritos, como o descontrole emocional, distúrbios de sono, distúrbios de fome, agressividade e distúrbios de sexualidade concomitante a apresentação de pensamentos depressivos ou de pânicos, em alguns casos. Deixamos claro que a mediunidade não causa estes problemas, ou seja, ela não é geradora ou causa de distúrbios, ela apenas potencializa o que já existe no eu da pessoa.

Então podemos compreender que foi identificado clinicamente que:

1 - O fenômeno mediúnico envolve alteração no sistema nervoso autônomo com resposta adrenérgica (derramamento de adrenalina sem causa aparente).
2 - Há perda de controle que envolve situações de stress, pânico e depressão.
3 - Ele é idiossincrático, ou seja, não há uma reação de causa e efeito. Não se encontra uma lógica na questão dos distúrbios psíquicos.
4 - Mexe-se com quatro padrões comportamentais importantes: Sono, fome, agressividade e sexualidade.

5 - A pessoa vai apresentar qualquer um destes sintomas e reações a cada 90 minutos e isto ocorre em todos os seres humanos de forma inconsciente, ou seja, não nos damos conta do pulso mediúnico que nos envolve e influência à cada hora e meia.

Abraços e Luz,
Mãe Solange de Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário