30 de abr de 2014

As Ervas e sua Utilização






As Ervas e sua Utilização
Por Alexandre Cumino
 
Defumação
A defumação consiste no ato de queimar ervas e resinas aromáticas no carvão em brasa, o que é feito dentro de um turíbulo (defumador), aonde as ervas e resinas exalam seu aroma e essência no ar. È uma prática milenar usada em todas as culturas, alguns utilizavam a queima direta em piras e fogueiras.
O uso ritualístico, ancestral, da defumação tem a finalidade de promover a limpeza astral de ambientes e pessoas. Aqui ressaltamos a importância de seus elementos para a queima de larvas e miasmas astrais, bem como a purificação das energias negativas. Podemos utilizar muitas ervas e resinas diferentes, dependendo dos objetivos propostos, pois é ato magístico-religioso, onde associamos as qualidades, “propriedades”, que a erva ou resina possui com as que desejamos adquirir. Para fazer sua defumação em casa, muna-se de um turíbulo (defumador) colocando carvão para queimar dentro do mesmo (tomar cuidado com o álcool e evitar o manuseio perto de crianças), quando já estiver em brasa despeje aos poucos as ervas e resinas aromáticas. Ofereça às divindades guardiãs dos reinos vegetais e peça para que através desta defumação as pessoas possam ser limpas e descarregadas, assim purificando todas as energias negativas que se encontram em seus corpos astrais. Manuseie seu defumador de forma que a “fumaça aromática” envolva as pessoas a serem limpas e purificadas na defumação.
Lembre-se que na defumação utilizamos ervas secas.
 
As resinas
A Mirra, o incenso e o beijoim são resinas aromáticas (seiva natural), milenarmente conhecidas e utilizadas ritualisticamente dentro de quase todas as tradições religiosas.
Dentre as suas diversas utilidades a mais tradicional e conhecida é defumação. Todas estas três resinas têm a capacidade de agir em nosso campo astral e mediúnico sutilizando-o e desagregando energias negativas, por esta razão as mais antigas tradições religiosas se utilizavam e ainda utilizam delas, são usadas também para facilitar o contato espiritual. Pela sua alta capacidade de volatilização e por sua qualidade potencializadora são muito utilizadas em conjunto com ervas secas já direcionadas para os campos aos quais estas atuam.
 
Banhos de limpeza astral
A exemplo da defumação os banhos de ervas também são excelentes para limpeza de nosso corpo astral assim como nosso corpo material também é limpo das impurezas e estimulado pela essência vegetal, aqui nós impregnamos com a força e propriedade das ervas.
Nós utilizamos ervas frescas ou secas para o banho, preparadas como um chá, apagando o fogo assim que começa a ferver e deixando, enquanto esfria um pouco, a água absorver o elemento vegetal. Após o banho normal de higiene, despejamos aos poucos o “banho de ervas”, do pescoço para baixo, entoando nossos pedidos ao Criador e às Divindades. Após, deixe que a essência vegetal seja absorvida por um minuto, enxugue-se normalmente e aproveite este contato com a natureza.
 
Banhos na Natureza
Os banhos feitos na natureza, de cachoeira ou mar, também são excelentes para desagregar energias enfermiças localizadas nos órgãos do corpo etérico. Tem na natureza energia e magnetismo que limpa e sutiliza nosso corpo energético (nos sentimos mais “leves”) expandindo nosso aura, a energia salina do mar “queima” as larvas e miasmas astrais.
 
As ervas
A seguir daremos uma sequência de ervas com suas características e qualidades a serem trabalhadas ritualisticamente nos banhos e ou defumações.
Arruda (Ruta graveoleos)– Ótimo protetor astral, desagrega as larvas astrais e energias enfermiças. Quebra as formações energéticas negativas, resultantes das egrégoras de pensamentos negativos e atuações do baixo astral.
Alecrim (Rosmarinus officinalis) – Desagrega energias enfermiças, limpa e purifica ambiente criando uma “esfera” de proteção, boa contra obsessão e afasta a tristeza.
Alfazema (Lavandula augustifolia ou Vera) – Ajuda a equilibrar nossas energias, limpa e purifica o ambiente trazendo a paz e harmonia.
Anis estrelado (Illicium verum)– Atua melhorando nosso humor, desperta a intuição, torna o ambiente agradável e desagrega energias negativas
Absinto – Losna (Artemisia absinthium) – Em banhos, desagrega fluidos negativos. Na defumação afasta influencia negativa.
Alho (casca) (Allium sativum)– desagrega as energias negativas de ordem sexual , protege contra influencias negativas e purifica o ambiente
Artemísia (Artemísia Vulgaris) – Quebra as egrégoras de pensamentos negativos e traz proteção
Bambu (Oxytenanthera abyssinica) – contra influencias negativas
Botões de flor de laranjeira – Para o amor
Camomila (Matricaria chamomilla) – Calmante, contra depressão e ansiedade
Cana de açúcar (palha e bagaço) – Dá força e vigor para enfrentar as situações do dia a dia
Canela (Cinnamomun zeylanicun Ness) – Condensador de fluidos benéficos, destrói miasmas astrais, afrodisíaco e atrai a prosperidade. Cebola (casca) – desagrega energias negativas de ordem sexual, afasta fluidos indesejados.
Capim limão / Capim Santo (Cymbopogon citratus) – Bom para acalmar e trazer bons fluidos
Cravo (Syzygium aromaticum)– Afrodisíaco, estimulante, aumenta o magnetismo pessoal e atrai a prosperidade.
Eucalipto (Eucalyptus globulus labill) – Desagrega as energias negativas e enfermiças, renova nossas energias, equilibra o emocional.
Erva Doce (Pimpinella anisum) – Acalma e harmoniza o ambiente, desagregando energias enfermiças e nocivas
Girassol (folhas) – Excelente condensador de fluidos positivos e ajuda a aguçar a intuição
Guiné (Petiveria alliacea) – Quebra formas pensamento baixas e ajuda na comunicação com os bons espíritos. Bom contra obsessões de natureza sexual
Hortelã (Mentha piperita) – Bom para proteção e contra o desanimo Ipê amarelo – para harmonizar ambientes
Laranja (flor, folhas e casca) – Estimula o amor nos tornando mais atraentes, também torna o ambiente mais agradável e “leve”.
Levante – Bom para proteção e abertura de caminhos
Limão (casca) – Queima os fluidos negativos e enfermiços arrancando
Lírio – bom para nos tornar mais puros simples e humildes, estimula nosso lado compreensivo e amoroso.
Louro (Laurus nobilis) (a folha do sacerdote) – Excelente para aguçar a intuição e para a prosperidade
Maçã (folhas, flores e casca) – Desperta nossa sensibilidade ao amor e aumenta nosso poder magnético de atrair o que nos agrada. Malva (Malva parviflora) – Acalma e desperta a sensibilidade
Manjericão (Ocimun basilicum)– Ótimo para tirar as energias negativas, trazer vida ao ambiente e as pessoas, aumenta o magnetismo pessoal, atua contra a depressão e ansiedade.
Maracujá (Passiflora alata dryand) (flor) – Para fortalecer nossos laços de amizade
Melissa (Melissa oficinallis) – Acalma os ânimos nos tornando mais alegres, limpa e sutiliza o corpo astral
Morango (folhas e fruto) – Desperta o prazer em todos os sentidos
Noz-Moscada – Aguça a intuição, ajuda na comunicação astral e é boa para a prosperidade.
Poejo – Ótima para proteção e para acalmar os ânimos
Pitanga (Eugenia uniflora) (folhas) – Prosperidade e proteção
Patchuli (Pogostemon patchouly) – Bom para amor, prosperidade e intuição fortalecendo o magnetismo pessoal Salsa – Usada para a proteção afasta a negatividade
Salvia (Salvia officinalis) – considerada a erva da saúde serve para limpeza, proteção e intuição
Rosa Branca – Desperta o amor e espiritualidade
Rosa vermelha - Desperta a paixão Rosa cor de rosa – Desperta o amor maternal, filial e fraternal.
Romã (casca e flores) – Utilizada para a prosperidade e protege contra as emanações provindas de inveja e ódio
Orquídea – Desperta a libido
 
Obs: Ao trabalhar com as essências das ervas, banhos ou defumação, estamos entrando em um universo vegetal que vai além da matéria. Assim, como não somos apenas carne e as divindades não são apenas arquétipos, as plantas também possuem um “espírito vegetal” que as anima e tem seus respectivos gênios e divindades guardiãs responsáveis pela força vegetal. Portanto ao trabalhar com ervas entre em contato com estes espíritos, gênios e guardiões vegetais pedindo sua licença e sua força para realizarmos nossa tarefa. Dentro do conceito de divindades podemos recorrer a Oxossi como Guardião do reino vegetal e Ossain como gênio deste reino e da cura pelas ervas.
Abraços e Luz,
Mãe Solange de Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário