7 de nov de 2013

O Medo...



O Medo...

O medo, na realidade, nada mais é do que a exaltação de todos os pontos negativos existentes no ser.
Muitos médiuns fracassam por cultivarem o medo incessante em errar durante o processo de desenvolvimento ou de trabalho, o que ...
na verdade é o estimulo de seu orgulho, protegendo-se de qualquer tipo de correção e não uma verdadeira consciência do bem ao próximo.
Outros temem se posicionar diante das adversidades que ocorrem em suas iniciações, eis ai o egoísmo que espera pelo outro para assumir a responsabilidade da necessidade do momento e, mais uma vez surge a proteção pessoal através da vaidade que o impede de se expor.
Nos momentos de adversidade surge o temor de se estar ou não no caminho correto. Entra, neste quesito, a falta de fé que o leva a duvidar do caminho correto e o orgulho que não aceita uma situação de dificuldade.
O medo é uma energia paralisadora, ou seja, ele impede a evolução do ser e ao mesmo tempo "protege" egos, orgulhos e vaidades.
Vale lembrar, que esta energia é tão poderosa, que tudo o que se teme acontecerá em sua vida porque, além de paralisadora o medo é uma energia atratora. É uma energia que, cultivada em excesso é completamente negativa e, por isso traiçoeira deixando a falsa sensação de proteção o que na verdade é atratora. O simples fato de pensar em algo, e temer que isso ocorra, imediatamente cria uma ligação energética que irá atrair pra você tal situação. Está é a razão que no texto acima, foi citado: Não tema nada e nem ninguém!
O verdadeiro Umbandista, durante as fases de sua vida, aprende a se precaver para evitar situações indesejáveis e deixa o habito de temer a vida.

Abraços e Luz,
Mãe Solange de Iemanjá

Nenhum comentário:

Postar um comentário