19 de jun de 2013

COISAS DE TERREIRO... encontrei!!!


 

Encontrei!!!

            Apenas aqueles que já passaram pelo processo de busca por um terreiro para trabalhar sabe da emoção que se sente quando encontra um local que se identifica.

            Após muitas idas e vindas e muitas decepções, finalmente chega um dia que uma casa em especial toca no coração.

            O médium sabe que neste momento é o coração quem elege a casa para trabalhar mediunicamente.

            Algo atua como uma espécie de encantamento, tudo lindo e perfeito ao nosso olhar e é um sentimento de alegria que envolve a alma. Podemos dizer que esta é a primeira benção que um Umbandista recebe em sua jornada.

            Como dissemos anteriormente, cada casa possui um degrau evolutivo e como tudo é energia, aquela que estiver dentro da faixa de vibração da pessoa é a que lhe cabe, como se fosse uma roupa do tamanho correto que vai vestir confortavelmente.

            É um momento de alívio, de alegria, de emoção que dará o impulso necessário para se seguir em frente num trabalho mediúnico.

            Porém, devemos advertir que trata-se de uma decisão importante e de grande responsabilidade e por esta razão não devemos tomar tal decisão calcados na emoção, precisamos ser racionais e com cautela avaliar o local que tocou nosso coração. Aconselhamos que antes de solicitar a permissão de ingressar na corrente que se conheça ao menos um pouco quem é o dirigente desta casa, como é a vida dele, um pouco sobre sua história de mediunato e que tipo de trabalho é realizado ali.

            Aconselhamos a passar em consultas com vários médiuns para avaliar o direcionamento seguido pela casa.

            Aconselhamos que se informe sobre os estudos realizados no terreiro, que é imprescindível e se possível participar dos mesmos antes mesmo de fazer parte do corpo mediúnico.

            Aconselhamos que permaneça durante um tempo participando dos trabalhos na assistência. Tempo suficiente para observar os componentes da corrente e se aproximar para conhecê-los.

            São conselhos simples que podem evitar muitos dissabores futuros porque o anseio de encontrar um local para trabalhar pode antecipar uma decisão que deve ser tomada com cautela e segurança.

            Enfim, ao se constatar que realmente aquele é seu lugar, aproveite com respeito, comprometimento e alegria a dádiva de ser um Umbandista.

Abraços e Luz,
Mãe Solange de Iemanjá

2 comentários:

  1. Lembro-me da primeira vez que chegamos ao TUCAL, é essa é realmente o sentimento que enche nosso coração. Esse encantamento que perdura até hoje, nos trabalhos, nos amigos, na energia, enfim em tudo.

    RONALDO

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir