24 de set de 2011

Lama Astral

            Desde que se entenda por propriedades terapêuticas a capacidade de absorver fluidos densos do períspirito de entidades grosseiras. Esses indivíduos atravessam os portais da morte física e chegam ao lado de cá apresentando determinado peso específico do corpo espiritual e condições anômalas de matizes variados, fato que não lhes permite entrar em sintonia com comunidades elevadas. De maneira natural, situam-se em dimensões onde passam a expurgar a fuligem e a matéria mórbida que se aderiu ao psicossoma. Até certo ponto, é semelhante ao que ocorre na Terra, quando meus filhos fazem imersão em spas ou hotéis de tratamento, que também usam lamas e areias sulfurosas a fim de auxiliar em diversas alergias e manifestações de enfermidade, amainando certos efeitos por meio da desintoxicação que promovem. Do lado de cá, a lama astral cumpre a função de absorver, regenerar e higienizar os períspiritos grosseiros; porém, ocasiona sensações nada agradáveis, de conformidade com a situação dos espíritos que a ela se vinculam, os quais exteriorizam tão somente o reflexo do panorama íntimo.
            A lama astral compõe-se de substância absorvente, desconhecida até mesmo dos estudiosos da Terra, mas real e detentora de propriedades regenerativas peculiares ao plano astral ou emocional. Entranhados na estrutura dessa lama das regiões inferiores, há alguns componentes que guardam semelhança com os que se utilizam na radioterapia, além de magnetismo primário do planeta, em alta concentração, e subprodutos criados ou mantidos por elementos que meus filhos ainda não chegaram a estudar. A lama astral retém radiações advindas das explosões do vento solar, capturadas pela atmosfera terrestre e descarregadas no interior do planeta. Toda essa miscelânea de materiais, em composições e estados diversos, forma a substância conhecida como lama astral.
            Por último, é útil observar que, embora seja altamente corrosiva em condições normais, quando manipuladas por espíritos que detêm conhecimento, alteram-se certas combinações e elas se tornam imensamente benéfica nos hospitais e postos de socorro do umbral.
(Trecho extraído do Livro Magos Negros – Robson Pinheiro – Pela Entidade Pai João de Aruanda - Ed. Casa dos Espíritos).
Considerações
            Ao fazer a leitura deste livro me deparei com esse trecho que me chamou muito a atenção. Como *mãe no santo, ouço inúmeras histórias sobre sonhos e desdobramentos contadas pelos meus filhos, que se depara em lugares com muita lama, lodo, escuridão, sofredores, etc.
Ao analisar a situação concluí que tal situação desses médiuns é perfeitamente comum, principalmente para os que trabalham com Guardiões da Linha de Omulú ou então que possuí os Orixás Omulú ou Iansã na regência de sua coroa.
            Tudo clareou diante dessa explicação dada por Pai João de Aruanda, que me permitiu compreender claramente que tais médiuns são levados para tais lugares como verdadeiros doadores de ectoplasma e colaboradores nos trabalhos de cura e regeneração de nossos irmãos em desequilíbrios.
            Muitos desses médiuns sofrem diante da incompreensão dessa ligação com tais energias. Questionam-se diante de tal fato e por estar constantemente nesses ambientes, muitos procuram incansavelmente onde estão falhando ou errando, já que aprenderam que energias iguais se atraem, sendo que na verdade são apenas trabalhadores nessas frentes de trabalho, assim como há os que trabalham com curas ou socorro e etc.
            Diante deste, acabei por concluir que cada um está exatamente onde sua energia natural os atrai. Em toda morada de Meu Pai, existi um anjo enviado por Ele e para tal é necessário existir pessoas que suportam emocionalmente e espiritualmente desde os lugares mais bonitos de Sua criação como os mais desprovidos de Suas Leis, justamente para fazê-la cumprir.
·        Mãe no Santo – Expressão correta para designar a pessoa que é dirigente espiritual de um grupo. Este termo mostra que essa pessoa é mãe ou pai no sagrado, no caminho religioso e não do santo, já que não existem santos encarnados. Estamos nos dias de escapar da tão fadada ignorância para a clareza de nossas práticas e fundamentos.
Abraços e Luz,
Mãe Solange de Iemanjá
24.09.11

Nenhum comentário:

Postar um comentário