29 de jun de 2011

Magia Negra X Feitiçaria

Quero iniciar este texto fazendo uma pequena ressalva, pois em muitos terreiros a diferença entre magia negra e feitiçaria é completamente desconhecida. A grande maioria nomeia feitiçaria por magia negra e, hoje abordarei este assunto para melhor compreensão de todos da nossa corrente e daqueles que seguem nosso blog.
A magia negra tem como campo de atuação, única e exclusivamente, o mental e é através dele que todos os tipos de obsessões complexas se dão. Os magos negros são exímios manipuladores de ondas magnéticas, conhecimentos esses adquiridos em escolas iniciáticas nos templos de Atlântida e Lemúria, ou então, trazidos gravados em suas consciências, após exílio interplanetário. Alguns desses exilados, com um mínimo de consciência da vida espiritual, atuaram nesses templos como verdadeiros professores da magia branca, já outros, destituídos dessa noção atuaram em benefício próprio manipulando o mental alheio para satisfação de seus egos. Desta forma, mantinham sob seus comandos vários discípulos, prontos a cumprir as suas exigências. Não podemos deixar de ressaltar que apenas os afins se unem em um propósito.
Devemos observar que todos os magos, negros ou brancos, possuem uma disciplina invejável, são estudiosos incansáveis e, portadores desta condição disciplinar unida ao conhecimento, dominam com maestria seus pensamentos, desejos e anseios. Posso garantir que aquele que deseja de certa forma controlar ou induzir alguém, em primeiro lugar necessita saber se auto-controlar e auto-equilibrar, o que os magos negros fazem com certa facilidade após tantos milênios de treinamento e estudos. Os magos negros jamais atuam sobre uma pessoa física comum, seus anseios vão além do individual. Eles escolhem a dedo, pessoas que comandam instituições religiosas, como os terreiros, centros espíritas, igrejas, e ou, pessoas que comandam projetos sociais, cidades, países e seus líderes políticos, etc. O intuito disto é atacar o coletivo, a evolução e o bem. Têm por essa razão, como alvos prediletos, os pais e mães no santo e médiuns em geral, pois estes são excelentes doadores de ectoplasma, energia vital para mantê-los ávidos e íntegros, assim como seus projetos e materializações astrais; como suas cidades, laboratórios e outros.
Todos os desvios, temores, excessos e descuidos mentais transformam-se em arma eficaz sob o domínio dos magos negros e através dessas condições concretizam suas obsessões complexas.
Orai e vigiai, nunca fez tanto sentido quanto no momento em que se compreende a atuação dessas entidades. Um médium, que não trás em seu íntimo essa conduta, torna-se alvo fácil do o mago, que através de hipnose, da influência da conduta moral dispersa, utiliza todo o ectoplasma que consegue absorver, infiltra-se em instituições e governos, insuflando suas idéias destrutivas como se as mesmas pertencessem originalmente aos seus obsidiados. Com o passar do tempo, sob o julgo de um mago negro é comum o enfraquecimento físico; o cansaço mental por mais que se repouse; certa confusão de conclusão de raciocínio e modificações na conduta moral perante àqueles que estão a sua volta, devido ao alto desgaste energético e influência provocada por eles.
Compreendo que é digno de nota, observar que a detecção da influência de um mago negro é muito difícil de ser feita, pois como não há aproximação física; como não há amarras astrais ou perseguições de entidades inferiores; normalmente, em terreiros despreparados e sem conhecimento de tal atuação, colocam todo o problema como sendo de origem da pessoa obsidiada, onde várias formas de tratamento tornam-se inúteis e ineficazes. Vale também lembrar, que apenas um mago branco, portador dos mesmos conhecimentos e da mesma disciplina possui meios de detectá-los e combatê-los com eficácia. Geralmente encontramos os magos brancos nas linhas de trabalho dos Pais e Mães Velhos, que não são os mesmos dos pretos velhos, já que esses são trabalhadores em busca de evolução, na sua grande maioria advinda do tempo da escravidão e, ligados aos cultos de seu país de origem ou ainda encontramos os magos brancos na linha do Oriente. Temos no TUCAL, por exemplo, o Pai Tomé de Angola, nosso mentor, que é um mago branco, conhecedor de todos os meandros da magia negra e ciência astral.
Toda a forma de desvios e devaneios mentais é utilizada nas obsessões complexas, com a finalidade de “roubar” energia vital, ou seja, ectoplasma e desestruturar organizações que seguem as Leis de Deus.
O ser humano costuma ter alguns comportamentos de ordem coletiva, sendo assim, tudo o que é repugnante e assustador para a grande maioria é literalmente transformado em formas pensamentos, que impregnam na aura do desequilibrado e indisciplinado na educação íntima de suas emoções sugando-lhes energia, que é caprichosamente captada pelos seus mestres; os magos negros. Então vou deixar aqui alguns exemplos:
Aqueles que têm afinidade com ambientes como boates, lugares escuros, bares e bebidas alcoólicas, drogas e comportamento desregrados, são literalmente atacados por baratas astrais que sobem pelas pernas sugando-os energeticamente. Aqueles que se comprazem com suas doenças, e as exaltam com sua dor como um troféu mórbido, é sugado por aranhas. Aqueles que são desregrados no sexo,s.negros e entidades que conhecem sua manipulaçsamentos e se imaginam loucos, por desconhecerem que tais são atacados por lacraias astrais, que literalmente adentram pelos orifícios do corpo, principalmente nas genitálias e ânus, causando doenças e compulsividade sexual. E por aí vai a lista de insetos e animais repugnantes que são transformados em formas pensamento controlados pelos magos negros para atingir e captar energia daqueles que se encontram distantes do “Orai e Vigiai”. Nesta lista imensa encontramos também varejeiras, formigas, escorpiões, cobras, besouros, ratos, larvas, lesmas, sapos, etc.
Muitos médiuns capacitados em seu chacra frontal (vidência), por vezes enxergam essas formas pensamentos e se imaginam loucos, por desconhecerem que tais formas realmente existem no astral e são manipuladas por magos negros e entidades que conhecem sua manipulação já que são elementais artificiais.
Na época em questão, quando houve esse exílio interplanetário desses seres desregrados para habitarem nosso planeta, muitos distanciados de suas energias de origem passaram a utilizar elementos materiais para alcançarem a energia desejada com maior condensação energética. Partiu daí então os feiticeiros, que para atuarem no astral são completamente dependentes de elementos materiais, como ervas, sangue, correspondência astral (objetos pessoais), velas, facas e punhais, ajuda de entidades inferiores, etc.
Esse tipo de ataque, também muito eficaz é sem sombra de dúvida muito mais fácil de ser detectado, pois apresenta com clareza que existe no obsidiado uma origem extracorpórea atuante ou então uma entidade inferior no trabalho de indução. Neste tipo de ataque, muitas são as entidades que possuem conhecimento e capacidade para inverter as polaridades manipuladas pelos feiticeiros e capturar as entidades do baixo astral. Porém, nunca devemos nos esquecer que apenas energias afins se aproximam. Isso quer dizer que toda pessoa que sofre um ataque, seja ele de mago negro ou feiticeiro, é em primeiro lugar o grande culpado, pois conservam em sua indisciplina emocional, astral e moral, condições para que os ataques se concretizem. Podemos considerar feitiçaria, os vodus, os despachos e os rituais pagãos negativados. Alguns feiticeiros que remontam da época dos exilados também possuem conhecimento na manipulação dos elementais artificiais e da mesma forma se utilizam deles. Uma das técnicas mais usadas por eles, através desses elementais é a inversão de polaridade em casos de doença. Com essa técnica eles conseguem fazer com que qualquer tratamento, seja ele através de medicamentos convencionais, homeopatias ou mirongas tenham efeito contrário, pois tudo o que for feito para alcançar uma melhora resulta numa significante piora do quadro devido essa inversão energética.
Com toda certeza, este assunto poderia render muito mais exemplos e explicações, mas imagino que a noção da diferença entre magia negra e feitiçaria ficou clara com este pequeno resumo.

Abraços e Luz,
Mãe Solange de Iemanjá

Um comentário:

  1. Oh! Bendito, Forte, Poderoso! Exú MARABÔ (PUT SATANAKIA)! Laroiê! Mojubá! Saravá! Malê, Malembe, Agô! Eterna, Infinitamente, Agradecido, Grato (Mesmo), de coração, espírito, alma, por tudo de bom, a mim, por tudo, Sempre a meu favor (e Jamais contra mim)! Peço-Vos, por favor, que eu tenha: Energias, Vivacidades, Culturas (boas, úteis, muitas), a mim! Sempre (Mesmo)! Assim Seja! Assim Se Faça (Sempre, Mesmo, Demais)! E, Nunca (Mesmo) Se Desfaça! Axé, Axé, muito Axé!

    ResponderExcluir