26 de fev de 2011

AS SETE FORÇAS DE UM MÉDIUM



1 - O AMOR - É O Supremo Incriador, o Poder Absoluto que gerou a natureza e
todas as outras coisas. É a força eterna, fonte do tudo e do nada. O amor é a
base de tudo, envolve a estrutura de todos os fatos no desenvolvimento.

2 - A PIEDADE - É o sentimento de devoção e de dar auxílio, ajudar, compadecer
do sentimento alheio. Bondade para com o próximo, que causa para o médium um
bem-estar no ato. É a força doada pelo Criador do Céu e da Terra, exemplificada
na criação do Universo astral, como segunda via de evolução para voltar ás
origens.

3 - A HUMILDADE - É o sentimento de simplicidade nas expressões a si mesmo;
submissão á força superior; conhecimento de sua razão e respeito á do outro.
Pedir com devoção conhecendo o seu valor e o da fonte superior. Conhecer o seu
lugar, o seu eu, a sua missão, para seguir o seu caminho com resignação.

4 - A FÉ - É o sentimento da crença, do credito, do valor recebido, a confiança,
a graça alcançada vinda de "cima", das forças superiores. É também, complemento
da força da humildade.

5 - A FIRMEZA - Esta é a força adquirida pela sabedoria. O equilíbrio de forças
adquirido através da pesquisa, do interesse, na busca dos conhecimentos das Leis
Sagradas. Conhecendo estas Leis, terá forças para saber como agir e porque agir.
É saber pagar o que deve, para receber o que merece.

6 - A SEGURANÇA - Forca adquirida pelo conhecimento da origem das coisas. Só se
sente seguro em determinado lugar quem conhece profundamente este lugar. Quando
estamos numa ponte, só nos sentimos seguros quando vemos as suas estrutura, suas
bases, o material de que é feita, quem a fez e com que finalidade. Conhecendo a
origem da ponte, então nos sentimos seguros. E nós, o que somos? Como nos
sentimos seguros de nós mesmos sem conhecer a nossa origem!

7 - A FORÇA - É o conhecimento dos rituais e da magia. A força do médium depende
de seus conhecimentos da mística espiritual. Estes conhecimentos são adquiridos
á medida que são merecidos e dados ou autorizados pelo Pai de Coroa (guia de
frente), seja ele de uma banda ou de outra. Se o médium conhece as Leis
Sagradas, ele sabe a que caminho leva uma banda ou outra, se está na banda de
Luz (quem conhece a Luz, também conhece as trevas e por isso prefere a Luz), seu
caminho será conduzido pela Luz. Se a força do médium é adquirida pelas trevas
(quem vive nas trevas é porque não conhece a Luz), seu caminho será conduzido
pelas trevas. O símbolo da forca de um médium é o próprio ponto de força de seu
Pai de Coroa.


Abraços e Luz,
Mãe Solange de Iemanjá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário